Postado por Ignez Scotti, 24 de abril de 2021 - 08:40.

Parece loucura dizermos que é possível juntar uma boa quantia para a realização de inúmeros projetos, como fazer um intercâmbio estudantil, viajar para o exterior, entre tantos outros sonhos. 

Neste artigo, vamos mostrar algumas alternativas viáveis para que você consiga atingir sua meta de economizar 25 mil para viajar. 

 

Como economizar 

Às vezes, pensamos em planejar uma viagem e, quando buscamos saber os valores que seriam necessários para realizá-la, nos assustamos e desistimos, dizendo: “Ah, isso não é pra mim…” ou “Isso é só pra quem tem grana…”. 

Mas, queremos dizer: Você também pode!!!!  

Algumas dicas que irão ajudá-lo a economizar. 

Mudança de hábitos: 

  • Poupar combustível – sempre que puder, deixe o carro na garagem e mude sua maneira de ir aos lugares. Você pode: ir a pé (se for um lugar perto), ir de bicicleta, pegar transporte público etc. Quanto gasta por semana abastecendo seu carro? R$ 100 ou R$ 150,00? Só aí, faça os cálculos de quanto irá poupar em uma semana ou um mês. Imagine, em um ano! Pode ter uma economia de R$ 4.800 a R$ 7.200.
  • Levar a famosa “marmitinha” – é possível gastar menos se você trocar o restaurante da hora do almoço por uma comidinha caseira, mesmo que receba um Vale Refeição de sua empresa. Se gastaria R$ 30, esse valor poderia ser equivalente a umas duas ou três marmitas e o VR pode ser usado para jantar fora com a família, comprar uma bela pizza e você não precisar usar seu dinheiro para isso. Vamos calcular: Vale de R$ 30/dia corresponde a R$ 150/semana ou R$ 600,00/mês.
  • Trocar a academia por exercícios fora dela – caminhadas, usar os aparelhos disponibilizados pelo governo em várias regiões, assistir vídeos no Youtube e fazer os exercícios sugeridos, montar uma mini academia em sua casa etc. Veja quanto gasta e quanto economizaria com essa pequena mudança. 

Estabelecer uma meta semanal – é possível pensar em um valor que possa guardar por semana e colocar uma meta de fazer isso durante um ano. Por exemplo: separe R$ 10,00 por semana e guarde. Serão R$ 40,00/mês e R$ 480,00/ano. Boa quantia? Então, imagine se esse valor semanal for de R$ 20, R$ 30 ou R$ 50? Você sabe o que consegue guardar. Então, comece já! 

Aprender a usar o cartão de crédito a seu favor – muitas operadoras oferecem aos clientes programas de relacionamento (pontos) ou cashback. Sendo assim, o uso do cartão pode acabar sendo bastante vantajoso porque, com os pontos, é possível trocar por milhas ou passagens aéreas e, com o cashback, você terá uma boa quantia de crédito para usar na viagem. Só cuidado para não exagerar e acabar sem condições de pagar a fatura. A ideia não é ficar inadimplente, mas aproveitar as vantagens e sair lucrando. 

Diminuir custos com automóveis – ao colocarmos na ponta do lápis o volume gasto com nosso carro, percebemos que, às vezes, vale mais a pena não ter um. Por exemplo: custo com financiamento (média de R$ 1.000/mês), seguro (média de R$ 1.800/ano), manutenção (média de R$ 800,00/ano), IPVA (média de R$ 2.000/ano). Fora estacionamentos, combustível etc. Então, que tal mudar isso e passar a usar transporte público para ir ao trabalho e Táxi ou Uber para os passeios de final de semana na cidade? Some os gastos: são cerca de R$ 16.600 por ano ou mais. 

Faça investimentos – pegue suas economias ou separe valores mensais e procure uma boa corretora de valores ou um banco especializado e aplique seu dinheiro. Existem diversas opções de investimentos rentáveis, seguros e nos quais vale a pena investir e, assim, aumentar sua renda. 

 

Nos exemplos colocados neste artigo (baseando-nos nos valores fictícios aqui sugeridos), conseguimos ultrapassar o valor de R$ 25.000 proposto no nosso tema. Porém, são números apenas usados como exemplo e, caso não chegue aos R$ 25.000 que pretendia, estará bem mais perto dessa quantia se seguir as nossas dicas (ou parte delas). O que faltar pode ser parcelado, o que sairia bem mais barato do que o parcelamento total do valor, concorda? 

Não importa o quanto você receba mensalmente, é possível, sim, economizar. Depois, é só usar os valores guardados naquilo que desejar, seja na viagem ou em outros projetos.