Postado por Redação Créditopara.Vc, 14 de janeiro de 2021 - 19:07.

O que é bitcoin?

O Bitcoin (BTC), também chamado de criptomoeda, foi a primeira moeda virtual criada em 2009 que, com o passar dos anos, foi ganhando destaque por sua alta capacidade de valorização.

Apesar de não ser reconhecido como moeda oficial pelo Banco Central, o bitcoin é considerado investimento. Ele possui cotação na Bolsa de Valores e as moedas podem ser compradas em exchanges, que são plataformas especializadas em compra e venda de criptomoedas.

Vantagens x Desvantagens

Assim como qualquer investimento, os bitcoins apresentam vantagens e desvantagens.

Entre as vantagens, podemos citar:

  • Tendência a valorização;
  • Aceitação global;
  • Baixo custo para transações;
  • Não pode ser embargado nem sofrer sobretaxas e impostos, como ocorre com algumas moedas.

Já, entre as desvantagens do bitcoin, destacam-se:

  • A instabilidade da moeda, que hoje pode valer muito e amanhã nem tanto;
  • Riscos em termos de falha na segurança;
  • Uso indiscriminado em atividades ilícitas, facilitando lavagens de dinheiro.

Independentemente de suas vantagens e desvantagens, o bitcoin vem crescendo exponencialmente nos últimos anos, embora vários governos não reconheçam o seu uso.

Com o crescimento do mercado de criptomoedas (que são vistas oficialmente como um tipo de ação e não como moeda propriamente dita) no Brasil, existe um estudo para garantir que elas sejam incluídas no sistema de declaração do IR.

Como investir em bitcoins com pouco dinheiro – 4 dicas para quem quer começar

Agora que você já sabe o que é bitcoin, suas vantagens e desvantagens, confira 4 dicas de como investir nessa moeda virtual mesmo com pouco dinheiro.

1. Estude o mercado das criptomoedas

O primeiro passo é entender como funciona o mercado de bitcoins e as características dessa moeda. A principal delas é que se trata de uma moeda descentralizada, isto é, ela não é regulada pelo Banco Central e isto pode ser um ponto positivo como também negativo.

Estude e informe-se sobre blockchain, que é o sistema por trás da moeda digital. Você pode conseguir todas essas informações em cursos especializados ou de forma gratuita em sites e blogs que oferecem conteúdo específico sobre esse mercado.

2. Tenha cautela

Como qualquer tipo de investimento, investir em bitcoins também envolve riscos! E estes riscos podem ser até maiores. Além de fazer parte de um mercado muito novo, os bitcoins são também bastante voláteis, imprevisíveis e não possuem regulamentação.

Sendo assim, aqui a dica é: não invista dinheiro que você não pode perder. Comece com pouco e apenas uma pequena quantidade do seu capital disponível para investimentos.

3. Não aposte somente na alta da moeda

O preço do bitcoin tem uma variação muito grande, o que significa que a moeda pode subir 10% hoje e cair 30% amanhã.

Em 2009 por exemplo, o bitcoin custava somente U$ 0,03, o que correspondia a R$ 0,15. Desta forma, quem investiu nessa época conseguiu comprar cerca de 333 bitcoins e, hoje em dia, isso somaria mais de 11 milhões de reais.

Portanto, os bitcoins não são recomendados para investidores com perfil conservador.

4. Compre bitcoin somente em plataformas certificadas

Escolha uma plataforma de confiança e que tenha muitos usuários. Coinbase provavelmente é a maior e a mais conhecida, mas também existem outras opções como a Bittrex e a HitBTC.

Na maioria das plataformas, o pagamento dos bitcoins é feito por meio de cartão de crédito ou transferência bancária, mas a recomendação é que você consulte o site Buy Bitcoin Worldwide. Nele, você pode pesquisar não só as opções de plataformas por país como também a forma de pagamento mais conveniente para você.

Dicas anotadas? Agora que você já sabe como investir em bitcoin com pouco dinheiro, lembre-se: comece aos poucos, diversifique e nunca invista toda a sua reserva em um só investimento.