Postado por Redação Créditopara.Vc, 14 de janeiro de 2021 - 20:26.

Você procura ter planejamento e controle nos gastos do seu cartão de crédito, mas, às vezes, as coisas não saem como o esperado e não é possível efetuar o pagamento da fatura no vencimento. O ideal é não perder o prazo, mesmo que seja para pagar somente o mínimo.

Infelizmente, atrasar a fatura do cartão de crédito é um erro comum, que pode fazer você perder muito dinheiro e atrapalhar a sua vida financeira. Quando isto ocorre, entenda quais são as despesas extras vinculadas ao valor total da fatura:

  • IOF (0,38%)

Juros de mora (cobrados pelos dias de atraso);

  • Multa (2%)

Juros do crédito rotativo (o percentual depende da operadora)

  • IOF diário

Por outro lado, se você efetua o pagamento mínimo (ou qualquer valor acima dele), os encargos são somente:

  • IOF (0,38%)

Juros do crédito rotativo

Ou seja, você foge da multa pelo atraso. Portanto se não vai conseguir pagar o valor total da fatura naquele mês, é melhor não perder a data do vencimento.

Importante lembrar: se o vencimento cai no sábado, domingo ou em algum feriado, o pagamento pode ser feito no próximo dia útil, sem cobrança de encargos por atraso.

Quando o atraso no pagamento é inevitável

Agora se o prazo já passou, o pagamento pode ser feito a qualquer momento, no valor parcial ou total da fatura. O importante é fazer isso o mais rápido possível, pois cada dia conta em acréscimos nos juros e do IOF. O percentual pode parecer pequeno, mas faz diferença a depender do valor da sua fatura e do número de dias decorridos desde a data do vencimento.

Todo o cálculo pelo atraso vem demonstrado e o valor devido é acrescentado na sua próxima fatura. Portanto, se for possível, para evitar esse tipo de contratempo, inclua o pagamento do cartão de crédito no débito automático. Assim, você relaxa, evita dores de cabeça e, é claro, perder dinheiro.

Outro bom motivo para evitar atrasar o pagamento do seu cartão de crédito é preservar o seu histórico de bom pagador. Isto mesmo: o atraso pode diminuir a sua pontuação perante as instituições financeiras, principalmente, se for algo que se repete.

Você pode até não estar precisando de crédito agora, mas isso atrapalha ampliar o limite do seu cartão, por exemplo, e pode ter impacto também se você precisar pedir um empréstimo ou financiamento.

Se por alguma razão você perceber que não vai conseguir pagar o total da fatura logo como previa, vale a pena consultar as opções de parcelamento, que costumam oferecer juros mais baixos do que o rotativo. Neste caso e ainda que você possa continuar utilizando o cartão, é importante rever os seus gastos para evitar que a dívida cresça cada vez mais.